Se chegou até este artigo, é porque já entende a importância e as atribuições de um arquiteto na elaboração de um projeto para seu ambiente.

Segundo censo realizado em 2012 pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) havia cerca de 84 mil arquitetos e urbanistas no Brasil. Podemos supor pelas notícias de crescimento dos últimos anos que já ultrapassamos facilmente os 100 mil profissionais no país.

Em meio a tantas opções, o que devemos avaliar para escolher o arquiteto ideal para um projeto?

Pontos importantes na hora de escolher um arquiteto para seu projeto.

Registro

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) é o orgão responsável por orientar e fiscalizar o exercício profissional de todos os arquitetos e urbanistas, bem como empresas atuantes na área.

Criado em 2010, o CAU/BR possui unidades federativas em todos os estados do Brasil e representações regionais, regulamentando todas as diretrizes da profissão.

Seu registro é obrigatório e você pode verificar a situação de um profissional através do site:

Pesquisar profissionalÉ possível fazer a busca através de nome, número de registro, cpf ou cnpj. O sistema informa situação de registro, data e se houve alguma sanção.

Também é possível procurar nos canais de atendimento para esclarecer suas dúvidas, realizar denúncias e muito mais.

Formação

Verificar o nível de formação do profissional é crucial na hora de escolher quem vai desenvolver seu projeto.

Estima-se que em 2012 (procure saber mais sobre o censo de arquitetos e urbanistas) tínhamos:

  • Graduação completa 66,14%
  • Pós-graduação – Especialização 25,49%
  • Mestrado 6,86%
  • Doutorado 1,21%

É importante ressaltar que não estamos inserindo aqui designer de interiores (técnico ou graduação) devido ao fato da profissão ainda não ser regulamentada no Brasil, apesar de praticada e aprovada pelo MEC. Isso implica que esses profissionais não podem assumir responsabilidade técnica e legal, nem mesmo intervir em questões de estrutura das edificações.

É claro que não podemos ainda, excluir a formação não formal de cada profissional, como cursos de aperfeiçoamento, participação em feiras, seminários, debates, etc.

Referências

Pesquise sempre referências sobre o escritório de arquitetura e seus profissionais, aproveite a tecnologia e utilize a internet para procurar: google, redes sociais… aqui tudo pode contar um pouquinho.

Procure pela opinião de outras pessoas que já realizam projetos, profissionais fornecedores que já trabalharam em conjunto, afiliações que possui, etc.

Analise criteriosamente o portfólio dos profissionais, não estamos em busca de quantidade, mas de qualidade de apresentação.

Proposta

Avalie com atenção a proposta apresentada e esclareça todas as suas dúvidas.

Se não recebeu uma proposta bem definida já pare por aqui.

Tente responder as questões:

  • Qual o tipo de projeto será realizado?
  • Qual a necessidade e solução buscada?
  • O que exatamente será entregue?
  • Qual o prazo de entrega?
  • Quem realizará cada etapa?

É fundamental que sua proposta tenha embasamento suficiente para responder as questões de forma clara.

Contrato

Exija sempre um contrato definindo todas as atribuições, prazos e valores expostos na proposta inicial.

Contrato garante ambas as partes de seus direitos e deveres.

RRT

RRT é a sigla para Registro de Responsabilidade Técnica emitido somente por profissionais registrados,  tornando-o responsável civil e criminalmente pelas obrigações pertinentes à obra.

Além de uma obrigação de todo arquiteto e urbanista, RRT é um direito seu enquanto contratante.

O RRT é o instrumento de defesa da sociedade contra a prática ilegal da arquitetura e urbanismo. É o documento fundamental para atender às demandas de segurança e regularidade da lei e garante ao contratante que o profissional é habilitado para tanto.

É possível consultar a validade de um RRT:

Consulte um RRT

Atendimento

Não podemos esquecer das habilidades relacionais que todo arquiteto precisa ter para compreender ao máximo as necessidades e expectativas de cada cliente.

É importante ter alguém ou equipe com disponibilidade, atenção aos mínimos detalhes e capacidade de esclarecer todos os pontos de forma objetiva.

Esteja seguro antes de contratar seu profissional.

Ética

É importante que você conheça o código de ética e disciplina (Resolução CAU nº52/2013) onde constam as obrigações para com o contratante que determinam princípios e regras de conduta para o arquiteto e urbanista.

Gestão de projeto

Confirme como será feita a gestão de seu projeto após a contratação, é importante estar ciente de cada etapa no desenvolvimento do projeto.

Pin It on Pinterest

Shares
Share This